Inópia

[So Lonely Doll – Delun]

.

.

.

INÓPIA
(André L. Soares)
.
Nesse tempo,
em que a barbárie é bomba,
qualquer sobra de virtude
é sombra…
da gigantesca indiferença
a espalhar-se sob o sol.
.
Nesses dias,
em que ninguém se encontra,
toda amostra de amor
assombra
a nós,…
cada vez mais acostumados
a passar a vida sós.
.
.
..

Leia também:

Alma de Poesia /Gritos Verticais /Natureza Poética /O Poema de Cada Dia /Poética Herética /Raiz de Cem /Sons de Sonetos

13 Respostas para “Inópia

  1. Parabéns. fielmente retratas, no teu poema, a nossa triste realidade.
    Abraços.

  2. Ah, você é maravilhoso mesmo!😉
    É mais uma preciosidade esse seu poema, querido Poeta!
    Amei a postagem no todo viu!
    Beijussssssssssssss e beijussssssssss, meu querido.:)

  3. É a realidade nua e crua , estamos tão acostumados com o caos que a nossa sociedade agregou como normal ,que demonstrações de bondade ou amor , nos trazem desconfiança e insegurança !

    abraços

  4. André, isso me fez lembrar que o ser humano cada vez mais está individualista. Tanto assim é perceptível nas novas relações de amizades, muitas enganam porque na verdade há interesse e não querer bem. Os laços familiares também podem não ser mais tão fortes quanto um dia foi, visto que nem mais o casamento é para uma “eternidade” e sim efêmero. Então acabamos por nos sentir sós.

  5. Viajei no seu poema, André!

    O isolamento e a desconfiança são obstáculos que se impõem ao homem neste início de milênio, em que a palavra relacionamento, subitamente, veste-se de novos e tão diferentes significados.

    Já não se sabe até que ponto é lícito, por exemplo, o toque de mãos. Lembrei-me dos médicos que já nem apalpam, – diante de tanta tecnologia, não confiam em seu próprio toque. Entretanto, a Medicina deveria ser, antes de tudo, um ato de amor para com o próximo…

    Mas o próprio conceito de amor, – amor, em todas as suas diferentes manifestações -, vai-se apoderando cada vez mais de um outro conceito: o daquelas drogas perigosas porque lícitas. Imagine contrair esse vício num admirável(?) mundo novo, onde nada pode ser maior do que isso a que estão chamando conhecimento?!… Quem, além dos loucos e dos poetas, acredita na possibilidade de um convívio pacífico entre essas duas vertentes?

    Que poema, André! Maravilhoso. Bjs e inté!

  6. amigo por favor vamos fazer trocas de publicaçao meu blog e http://granananet01.blogspot.com/ vc publica meu blog no seu e eu tb publico seu blog no meu ok

  7. eu gostaria que cada um de voces tivessem passado o que uma certa criatura passou, ao menos em sonho, só para terem a mínima idéia do que leva uma pessoa se isolar e ter medo do mundo. As dificuldades de cada ser é algo muito pessoal, intransferível. Vamos ter fé…

  8. Olá que maravilhoso é visitar este espaço! Parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido. Que beleza sua publicação, ótimo, precioso poema, uma maravilha, legal. Valeu ter passado aqui. Feliz e honrado por sua amizade. Quero avisar que tem um “PRÊMIO” esperando por você lá no Blog, não demore! Aguardo por sua visita. Sinta-se em casa. Acredito aquele que caminha sozinho pode até chegar mais rápido… Porém quem segue acompanhado de um amigo com certeza vai mais longe… Espero sua visita! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Votos de um feliz fim de semana, muita paz, saúde, brilho, bênçãos, proteção e alegria. Fique com Deus. Um abraço fraterno.
    Valdemir Reis

  9. É meu caro poeta, suas palavras conseguiram-me, fazer uma viagem longa e árdua pelos pensamentos da indiferença racial e social, por um mundo onde tudo está “bom, correto e perfeito”, mas não para aqueles que sofrem a dor de serem desprezados, rejeitados e indiferentes diante de uma sociedade burguesa e insolente!Na verdade, estamos mergulhados, isolados e esquecidos em um espaço imerso na inópia, inópia de conhecimento, amor e esperança…

  10. É meu caro poeta, suas palavras conseguiram-me, fazer uma viagem longa e árdua pelos pensamentos da indiferença racial e social, por um mundo onde tudo está “bom, correto e perfeito”, mas não para aqueles que sofrem a dor de serem desprezados, rejeitados e indiferentes diante de uma sociedade burguesa e insolente!Na verdade, estamos mergulhados, isolados e esquecidos em um espaço imerso na inópia, inópia de conhecimento, amor e esperança…

  11. Muito bom, parabéns.

  12. Poker Online

    Boas muito bem estruturado blog , apreciei mesmo muito, acho que poderiamos fcar blog palls🙂 lol!
    Aparte de brincadeiras sou o Peixoto, e assim como tu publico paginas se bem que o foco do meu espaço é bastante distinto do teu….
    Eu faço sites de poker sobre ofertas grátis sem ter de fazer depósito sem teres de por do teu bolso……
    Apreciei imenso o que li aqui nesta 2a visita
    Voltarei!:)
    Ps:Peço desculpa pelo meu portugues ruim

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s