Paraíso

. [Hands – Cocopuffdabest]
.
..

.
PARAÍSO
(André L. Soares)
.
Vida tranqüila
se o amor
– armado de carinho
e complacência –,
ataca com fervor
a violência…
e a aniquila.
.

.
.Del.icio.usTechnoratiDiggSimpy

12 Respostas para “Paraíso

  1. “PARAÍSO” é maravilhoso!
    Tanto quanto poder estar aqui apreciando seu bom gosto e poeisia.
    Parabéns por mais essa beleza, André!

    Tenha em Felizzzzzzzz Ano Novo, meu querido!

    Beijussssssssssssssssss

  2. André:

    É interessante observar que mesmo tendo um título “parasidíaco” ainda assim, seu texto esta recheado de palavras fortes, geradas talvez por essa violência direta e algumas vezes, sutil, característica dos tempos em que vivemos.

    Essa violência atinge e tinge nossa própria alma.

  3. Lindo poema que proclama do que é capaz o amor, assim o Homem queira…
    Simples, transparentes, directas as palavras e, consequentemente, as ideias.
    Parabéns e votos de feliz 2009, cheio de inspiração.
    Um abraço,

    Milouska

  4. PROFUNDO!!!PARABÉNS

  5. tche, amor e odio caminham juntos. estou entrando agora neste mundo e tenho muito a aprender. acredito no amor mas o amor nao acredita nos homens. abraços

  6. Bom poema sempre é bom fazer uma leitura de poemas é uma ótima reflexão sobre a verdade!

    Abraço!

  7. Muito bom lobodomar. Paraiso é tudo que Deus nos inspira a fazer. Amar ao próximo. Ainda que eu falasse a lingua dos anjos, nada valeria se eu não tivesse amor. E amor é exercício. Não é sensação, instinto,…é esforço, é decisão.
    Vlw, obrigada pelo post.

  8. Nossa que beleza. A capacidade de dizer tudo usando poucas palavras e sempre uma imagem fantástica.

  9. Lindo poema, curto mas incisivo. Diz tudo o que deveria dizer em poucas linhas e com palavras escolhidas “a dedo”
    Parabéns pelo ótimo trabalho que vocês fazem nesse blog.

    Um abraço e boa semana.

  10. Esse sou eu, mais um dos perdidos. Um alguém sem nome. …
    Agora mesmo eu estou sentindo uma solidão imensa,
    mesmo sabendo que algumas pessoas me cercam…
    Sinto um buraco infinito na alma e no coração.
    Não consigo mais sorrir verdadeiramente e finjo ser alguém que não sou.
    Tento não demonstrar a minha grande decepção por mim mesmo para outras pessoas,
    porque elas podem ficar tristes comigo e não quero que os outros sofram por minha causa…
    bom, pelo menos, não as que realmente “gostam” de mim…

    LØrd JΦn GΦthic D@rbØy

  11. Muito bm os poemas.
    Esse sou eu, mais um dos perdidos. Um alguém sem nome. …
    Agora mesmo eu estou sentindo uma solidão imensa,
    mesmo sabendo que algumas pessoas me cercam…
    Sinto um buraco infinito na alma e no coração.
    Não consigo mais sorrir verdadeiramente e finjo ser alguém que não sou.
    Tento não demonstrar a minha grande decepção por mim mesmo para outras pessoas,
    porque elas podem ficar tristes comigo e não quero que os outros sofram por minha causa…
    bom, pelo menos, não as que realmente “gostam” de mim…

    LØrd JΦn GΦthic D@rbØy

  12. eu dorei essa poesia é de chorrar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s