À Espera

Flowered Doorway - Cyrus Afsary

[Flowered Doorway – Cyrus Afsary]

.

.

.

À ESPERA

(André L. Soares)

.

Fim da tarde. O tempo parece mais preguiçoso que de costume. Através do vidro sinto a cidade, sem prestar atenção a detalhes. Impedido estou de perceber as minúcias da beleza à minha frente, pois, se os olhos aqui se encontram, o pensamento há muito bateu em retirada, vagueando longe, atrás do que me falta. De repente, um ranger de ferros de portão; um farfalhar manso junto às árvores; um leve ruído de chave fina que invade e gira a fechadura. Com a porta que se abre o vento traz primeiro, a energia positiva que me anima; depois, o perfume sinônimo de minha ‘anti-solidão’. Ouço o som de pés delicados, quase a flutuarem sobre o tapete da sala. Em mim é festa, como se a Felicidade bailasse ao som da música perfeita. Viro-me em tempo de perceber teu sorriso irradiar o quarto, antes mesmo que tua silhueta se complete sob o umbral. Pronto. Por tua chegada, e após o beijo que trocamos, identifico agora todos os tons, antes inatingíveis, da paisagem que se faz pintura na moldura da janela.

.

.

.

5 Respostas para “À Espera

  1. que lindo, de verdade. fiquei flutuando logo depois de ler…

  2. elisabetecunha

    André

    Que lindoooooooo!!

    parabéns

  3. E o silencio ficou na paisagem na janela. Lindo texto.
    Um sorriso de orelhas para ti…
    Bom fim de semana!

  4. cantinhodasfrases

    Ola tudo bem? lindo texto otimo final de semana beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s